quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Orquestra Sinfônica de Limeira - 15 anos
Beatles no repertório da Sinfônica; concertos na sexta-feira e no sábado


Sucesso de público em anos anteriores, o Concerto "Beatles Sinfônico" retorna ao palco do Teatro Vitória ao som da Orquestra Sinfônica de Limeira (Osli) nos dia 1º e 2 de outubro, às 20h30. A apresentação extra Temporada 2010 pertence à série de concertos em comemoração aos 15 anos da orquestra comemorado neste ano. Ainda em outubro, o público poderá conferir várias apresentações do grupo, como a adaptação da peça "Pedro o Lobo", no dia 14, e o tradicional Concerto de Cinema, no dia 21.
No programa do Beatles Sinfônico, o maestro Rodrigo Müller destaca algumas músicas que não puderam ficar de fora do repertório, como Hey Jude, Let it Be, I Want to Hold Your Hand, Yesterday, entre outras que até hoje encantam os fãs dos meninos de Liverpool. "Assim como nos concertos passados, muitas pessoas chegam a cantar as letras aos som da melodia tocada pela orquestra", fala o maestro.
Para a realização desse concerto, a Orquestra conta com o apoio da Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira, Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal de Turismo e Eventos, com patrocínio da empresa Faurecia e Unimed-Limeira. O evento conta ainda com o apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e apoio cultural de Limel Bagueteria e AZ Design.
Os ingressos do concerto já podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Vitória ao preço de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada), ou por meio da série de assinaturas 2010. A bilheteria funciona de terça-feira a domingo, das 13 às 18h – exceto em dias de evento no Teatro, quando a bilheteria fica aberta até o início do espetáculo. Mais informações pelo telefone 3451-0502 ou pelo email oslimeira@yahoo.com.br.


Felipe Furlanetti
Assessoria de Imprensa
Orquestra Sinfônica de Limeira

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Elogiado por vereadores, “Vira Virou” agora é lei

Limeira, 29 de setembro:
Os parlamentares de Limeira aprovaram projeto de lei que oficializa o “Vira Virou – Virada Cultural Limeirense” no calendário de eventos do município. A ideia partiu do idealizador, vereador professor José Farid Zaine (PDT), e a votação aconteceu na última sessão, 27.

Segundo Farid, a sugestão foi atendida de forma brilhante pelo Executivo, que realizou um evento que atraiu milhares de pessoas pelos locais onde aconteceu. “No próximo ano, ele será ainda mais completo, contemplando outras áreas da cultura, como as artes plásticas e a dança”, afirmou.

Outros vereadores se manifestaram e elogiaram a iniciativa de Farid, do Prefeito Silvio Félix (PDT) e dos secretários de Turismo e Eventos, Marcos Camargo, e de Cultura, Adalberto Mansur.

“Você (Farid) faz da sua vida inteira uma dedicatória à arte, vivendo todos os momentos dela, continue na luta”, disse Elza Tank (PTB), que também escreveu um verso em homenagem ao professor.

Já Ronei Martins (PT) declarou que o “Vira Virou” foi uma atividade interessante, que promoveu cultura de qualidade sem custo. “É a democratização da boa cultura”.

Silvio Brito (PDT) revelou que acompanhou quase todas as manifestações culturais ao lado de Farid e Camargo. “Você é um exemplo de cultura, que respira arte, nos colocando nesse universo”.

Discursou também Mario Botion (PR), que enalteceu a vida pública de Farid. “É difícil buscarmos a unanimidade em um assunto, mas arrisco dizer, sem medo de errar, você é uma unanimidade na área cultural, não só nesta Casa, mas em todo o município”.

De acordo com Miguel Lombardi (PR), esse evento representa a preocupação com os jovens, pois a cultura os direciona a caminhos bons.

O projeto foi encaminhado para ser sancionado por Félix. Outras informações podem ser obtidas no telefone de Farid, (19) 3404 7550.



Créditos Imagem: Fernando Quesada.

Ronald Gonçales
Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Canções A La Carte.

Evento promovido pela Acarte de Limeira.



Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

"O Girassol", "Cadê Kika" e "Luna Parke" vencem Festival Nacional de Teatro

O 6º Festival Nacional de Teatro de Limeira terminou na noite de domingo, no Teatro Vitória. Os espetáculos "O Girassol" (categoria adulto) e "Luna Parke" (teatro de rua) venceram a disputa.

Novidade este ano, a categoria infantil chamou a atenção pela qualidade das peças. "Cadê Kika" venceu nesta categoria.

O Festival Nacional de Teatro de Limeira foi uma realização da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria Municipal da Cultura. Governo do Estado, Secretaria de Estado da Cultura, Oficina Cultural Carlos Gomes e Ceprosom apoiaram a iniciativa.

A entrega dos troféus foi realizada pelo secretário da Cultura de Limeira, Adalberto Mansur, que representou o prefeito Silvio Félix, pelo vereador e idealizador do projeto, Farid Zaine, e pelos jurados Adriana Azenha, Gonzaga Pedrosa e Ramiro Silveira.

Prestigiaram a cerimônia o secretário municipal de Turismo e Eventos, Marcos Camargo, e o vereador Silvio Brito.

"Lilá ou o Jogo de Deus", do grupo Quase 9, foi o melhor espetáculo, na visão do júri estudantil. Confira a seguir os vencedores.
Resultado Final do Júri
TEATRO ADULTO

Prêmio Especial do JúriDaniel Martins pelo projeto Vivência Teatral aplicado ao espetáculo A Hora e Vez de Augusto Matraga.

Texto OriginalPequeno Inventário de Impropriedades – Max Reinert

FigurinoDaniel Infantini – Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras

Ator Revelação:Cleiton Ribeiro – A Hora e Vez de Augusto Matraga

MaquiagemTeatro Mafalda - Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras

Trilha Sonora:Vencedor:Hedra Rockenbach – Pequeno Inventário de Impropriedades.

Iluminação:Bruno Girello - Pequeno Inventário de Impropriedades

Atriz Coadjuvante:Clara Roncatti – O Girassol

Cenografia:Max Reinert e Denise Da Luz – Pequeno Inventário de Impropriedades

AtrizGisele Lançoni – O GirassolGláucia Neves – Quando as Máquinas Param

AtorOtávio Delaneza – Quando as Máquinas Param

DireçãoPerpétuo Peralta – O Girassol

Espetáculo
3º Lugar:Lilá ou O Jogo de Deus
2º Lugar:Quando as Máquinas Param
1º Lugar:O Girassol

TEATRO INFANTIL
Texto OriginalEsperando Gordô – Carina Prestupa e Thaís Póvoa

FigurinoAndré Vital – Antes que o Galo Cante

MaquiagemVencedor:Os Ciclomáticos Cia de Teatro – Antes que o Galo Cante.

Trilha Sonora:Beto Quadros – Cadê Kika

Iluminação:Jorge Pezzolo – Esperando Gordô

Atriz Coadjuvante:Juliana Santos – Antes que o Galo Cante

Ator Coadjuvante:Ribamar Ribeiro – Antes que o Galo Cante

Cenografia:Daguimar Siqueira – Cadê Kika

AtrizGlauce Carvalho – Cadê KikaKarina Müller – Cadê Kika

DireçãoMárcio Douglas – Cadê Kika
Espetáculo
3º Lugar:O Circo dos Objetos
2º Lugar:Esperando Gordô
1º Lugar:Cadê Kika

TEATRO DE RUA

FigurinoInês Sacay – Luna Parke

Trilha Sonora:Robson Toma – A Farsa do Advogado Pathelin

Ator Coadjuvante:Gilvan Balbino – João e Maria

Cenografia:La Mínima e Luciana Montagner – Luna Parke

Atriz:Pâmela Vicenta – João e Maria

AtorFernando Sampaio – Luna Parke

DireçãoChacovachi – Luna Parke
Espetáculo
3º Lugar:João e Maria
2º Lugar:A Farsa do Advogado Pathelin
1º Lugar:Luna Parke

JÚRI ESTUDANTILMELHOR ESPETÁCULO - "Lilá ou o Jogo de Deus", Grupo Quase 9, São Paulo/SP.

Prefeitura de LimeiraSecretaria da Cultura
Repercussão 2

Pinheiro Alves na coluna “Câmara Ação” do último domingo, 26, destaca a atuação do vereador professor José Farid Zaine (PDT):

FALANDO DO “VIRA VIROU” DO FARID

Vereador, professor, músico, compositor, arranjador e poeta, Farid Zaine vai passar pela história como uma das pessoas mais cultas da terrinha. O “Vira Virou” que reuniu milhares de pessoas no Parque Cidade segundo projeto do dito cujo vereador, deverá entrar no calendário cultural de eventos do município, o que significa que todos os anos teremos o “Vira Virou”. Vocês concordam com o escriba que Farid, por si só, já é uma... “peça rara”?

Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)
Repercussão




Neste sábado, 25 de setembro, na Gazeta de Limeira, a coluna “CineArte” abordou os filmes “O Segredo de Seus Olhos”, “O Filho da Noiva” e “A História Oficial”. O texto, de José Farid Zaine, está disponível na íntegra abaixo:

PERDENDO PARA A ARGENTINA

Por José Farid Zaine

farid@limeira.com.br

twitter.com/faridzaine



Aposto que muitos já estremeceram ao ler o título desta matéria, já imaginando que tomamos alguma surra no futebol, coisa inadmissível para um brasileiro de verdade. Sejamos francos: sempre torcemos para que os argentinos se dêem mal no futebol, e quando ganhamos – não apenas deles -, queremos que los hermanos saibam de nossa alegria e sofram muito, e quando eles ganham – e que não seja de nós – sempre vamos minimizar a vitória, ainda que agora já não contem com “La mano de Diós”... Mas se o negócio é cinema, vamos ficar bem quietinhos, dar uma disfarçada e...não tem jeito, vamos ter de aplaudir. Se formos falar do Oscar, então, aí a coisa fica bem complicada. Eles já ganharam duas vezes o prêmio de melhor filme estrangeiro, e nós nenhuma. Não venham me falar do Urso de Ouro em Berlim por “Tropa de Elite”, do Padilha, ou há bem mais tempo, de “Eles Não Usam Black-Tie”, do León Hirszman, em Veneza...também não vale a Palma de Ouro de “O Pagador de Promessas”, do Anselmo Duarte, no longínquo 1962, tampouco as 4 indicações ao Oscar de “Cidade de Deus”, do Fernando Meireles., muito menos o quase Oscar de “Central do Brasil”, tirado de nossas mãos pelo italiano Roberto Benigni, de “A Vida é Bela”. Filmes que honram o cinema nacional, mas o que o brasileiro quer é um Oscar, é a vitória, esse gostinho de Copa do Mundo cinematográfica, e isso está ficando cada vez mais difícil. Em 2010 tivemos de engolir nossos vizinhos ganhando pela segunda vez o Oscar de melhor filme estrangeiro, a primeira vez foi em 1985. Neste ano, enquanto Buenos Aires festejava o reconhecimento escancarado ao seu filme, através do Prêmio da Academia, a gente nem conseguia figurar entre os 5 finalistas, por conta da indicação do nosso representante ser aquele fraquíssimo “Salve Geral”. A Argentina brilhou com “O Segredo de Seus Olhos”, cujo DVD eu comprei em Buenos Aires em janeiro, e vi em espanhol mesmo, de tão curioso que estava. O filme chega agora às locadoras, em DVD e Blu-Ray, e é de fato muito bom, tendo sido enorme sucesso de público por lá. Não era meu favorito nessa categoria do Oscar, que eu achava que deveria ter como vencedor o magnífico “A Fita Branca”, da Alemanha. “O Segredo de Seus olhos” é dirigido por Juan José Campanella, o mesmo diretor de outro maravilhoso exemplo do novo cinema argentino, “O Filho da Noiva”, comédia dramática emocionante, com roteiro recheado de diálogos afiados e inteligentes, além de interpretações brilhantes. O galã portenho Ricardo Darín está nos dois. E a grande dama do teatro e do cinema argentino, Norma Aleandro, está em “O Filho da Noiva” e no outro vencedor do Oscar, “A História Oficial”, dirigido por Luis Puenzo. Este último, de conteúdo político, é um mergulho nas sombras da ditadura militar argentina, que deixou profundas cicatrizes na alma do país, e levou ao mundo inteiro o assombro de coragem das mães da Praça de Maio. Norma Aleandro ganhou também a Palma de Ouro de Melhor Atriz, em Cannes.

Esqueçamo-nos por um tempo de Messi e Maradona. Deixemos nossa camisa verde - amarela descansar um pouco na gaveta, e deixemos a Argentina entrar em nossa casa, através desses filmes maravilhosos. Vamos tirar as chuteiras do coração e curtir uma coisa em que eles são muito, muito bons. Já que nós também somos, vamos ver se no próximo ano diminuímos a vantagem deles, e tenhamos em mãos, pela primeira vez, aquela tão cobiçada estatueta. Por enquanto, caros compatriotas, estamos perdendo para a Argentina.





SERVIÇO:

“O Segredo de Seus Olhos” – Drama, dirigido por Juan José Campanella, 2010, 127min – DVD – Blu-Ray.

“O Filho da Noiva” – Comédia Dramática, dirigida por Juan José Campanella, 2001, 124min – DVD.

“A História Oficial” – Drama, dirigido por Luis Puenzo, 1985, 113min – DVD.




Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Dudu Bertholini recebe Diploma de Gratidão


A sessão solene para a entrega do “Diploma de Gratidão e Medalha Mérito Cívico XV de Setembro Ordem Tatuiby” para o estilista Dudu Bertholini (veja currículo) aconteceu nesta quarta-feira (dia 22), no Plenário “Vereador Vitório Bortolan”.


O autor da propositura que concedeu a honraria, vereador Dr. César Cortez (PV), lembrou do sucesso nacional e internacional do estilista. “É com muito orgulho que lhe damos este Diploma de Gratidão, você é um filho ilustre que leva o nome de nossa Limeira para todo o mundo. Esta é uma homenagem da nossa cidade a você, é o reconhecimento ao seu trabalho”.

A mãe do estilista, Regina Bertholini, agradeceu a homenagem do Legislativo ao seu filho. Emocionada, Regina fez uma breve retrospectiva da vida de seu filho. “Desde cedo Dudu mostrava o seu talento. Sempre teve muitos projetos e estive ao seu lado, dando apoio. O resultado é o trabalho profissional que ele apresenta hoje. Obrigada”.


“Dudu Bertholini sempre se destacou. Ele tem muito a ensinar. Parabéns a Regina que deixou o seu filho trilhar pelos caminhos que ele escolheu. Dudu lutou para vencer, e venceu”, parabenizou a vereadora Elza Tank (PTB).


“Acredito que grande parte do sucesso de Dudu Bertholini é graças a seus pais, que incentivaram e apoiaram os projetos do filho. O resultado é este que vemos, a vida profissional de Dudu Bertholini, com muito sucesso, trabalho, sendo hoje exemplo para muitas pessoas. Parabéns pela maturidade com que você conduz a sua carreira e também por valorizar suas origens”, disse o presidente da Câmara, vereador Eliseu Daniel dos Santos (PDT).

Emocionado o homenageado agradeceu a honraria. “É uma grande honra receber este Diploma. E devolvo a todos vocês, vereadores e amigos presentes, esta gratidão. Agradeço em especial meus pais, que sempre acreditaram em mim. Escolhi meu caminho de forma corajosa e sempre vou levar o nome de Limeira comigo. A trajetória é longa e com capítulos fantásticos para acontecer”, agradeceu Dudu Bertholini.


A solenidade foi acompanhada por um público de 80 pessoas e pelos vereadores Farid Zaine (PDT), Mário Botion (PR) e Silvio Brito (PDT). O secretário de Meio Ambiente, Domingos Furgione Filho representou o prefeito Silvio Félix (PDT).

Os vereadores Almir Pedro dos Santos (PSDB), Antonio Braz do Nascimento – Piuí (PR), Carlinhos Silva (PDT), Miguel Lombardi (PR), Nilce Segalla (PTB), Paulo Hadich (PSB), Raul Nilsen Filho (PMDB), Ronei Costa Martins (PT) justificaram ausência.

Currículo


José Eduardo Bertholini, Dudu Bertholini, nasceu em São Paulo, no dia 28 de Setembro de 1979, filho de Artêmio Bertholini e Regina Helena Frigo Bertholini. Desde pequeno recebeu o carinhoso apelido de Dudu, pelo qual se tornou internacionalmente conhecido.

Aos 10 anos de idade, Dudu mudou-se para Limeira, onde permaneceu até completar 17 anos. Nesse período estudou nos colégios Tatuiby, Acadêmico e Objetivo, quando retomou para São Paulo.


Iniciou seus estudos na área de Moda na Faculdade Santa Marcelina, onde cursou até o quarto ano, sem concluir.Em 2002 com a estilista Rita Comparato, fundou a “NEON”, marca que é hoje um destaque da moda nacional e internacional, conhecida por sua estamparia exclusiva e formas exuberantes.

A NEON surgiu através de um convite do fotógrafo J.R. Duran a Dudu para assinar um editorial de moda. Na época Dudu convidou Rita para criar dois maiôs exclusivos. Animados com o resultado, decidiram fazer mais. O primeiro desfile da NEON foi na sala da casa de Dudu em julho de 2003, e em 2004 o produtor Cacá Ribeiro tornou-se o terceiro sócio.

A cada coleção são chamados diferentes artistas para criar as estampas, entre eles, Fernando Vilela, Fabio Gurjão, Andrés Sandoval e Goya Lopes. Dudu foi, por três anos, o designer chefe da CORI e coordenou o desfile-homenagem à Cristine Yufon. Como estilista, trabalhou para diversas marcas, como Triton, André Lima, Cris Barros, NKStore, Arezzo e já assinou editoriais para as revistas Vogue Brasil e I-D.

Dudu Bertholini é estilista, palestrante e professor. Já ministrou aulas na IED, Senac, Escola São Paulo, Oficina Oswald de Andrade.


Na TV é jurado do Brazil's Next Top Model, participou da série da HBO Alice e da minissérie Nomes da Moda, da Fashion TV. Dudu Bertholini sempre ajuda aqueles que mais necessitam. Em Limeira mantém um relacionamento estreito com a cidade. Com a ALlCC participa do bazar anual – desenha os modelos de turbante que as voluntárias produzem para serem vendidos para as mulheres que estão em tratamento de câncer.

É curador do Concurso de Jóias de Limeira – JOLI. Lançado em 2009, e como curador apresentou os detalhes da competição e também o nome que dá um brilho todo especial ao concurso. JOLI vem da junção das duas primeiras sílabas de jóia de Limeira e em francês significa bonito.

Carla Pizani
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira
Farid Zaine apresenta Moção de Aplauso à Feira Limeira Patchwork


O vereador professor José Farid Zaine (PDT) apresentou na sessão ordinária desta segunda-feira (dia 20) uma Moção de Aplauso à Feira Limeira Patchwork, pelo grande sucesso alcançado em sua primeira edição.

O patchwork é um trabalho manual feito de retalhos de tecidos emendados, possibilitando a criação de colchas, mantas, painéis de parede e outros utilitários para o lar.

A feira, que foi realizada de 17 a 19 de setembro no Museu da Joia com a participação de 26 estandes e ateliês de Limeira e região, recebeu a visita de centenas de pessoas.

“O evento contou com apresentações de músicos como Simone Carvalho, Orquestra de Violeiros, Os Benês e Elton Fontanin. Durante a feira também foram oferecidos cursos gratuitos”, destacou Farid Zaine.

Carla Pizani
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

VI Festival Nacional de Teatro de Limeira.

Lei nº. 4.442/09, de autoria do vereador professor José Farid Zaine (PDT).
Realização: Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura.



Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Siga Farid Zaine no twitter. Clique aqui.

Acompanhe Farid Zaine no orkut.
Clique aqui.

Acompanhe Farid Zaine no facebook.
Clique aqui.

Conheça o blog de Farid Zaine.
Clique aqui.

“Vira Virou” pode entrar no calendário de eventos da cidade

Limeira, 21 de setembro:
As mais de 10.000 pessoas que passaram pelo “Vira Virou” – Virada Cultural Limeirense – e a grande mobilização nas redes sociais mostram a aceitação que o evento, com a proposta de oferecer 24h de produção cultural e artística, teve em Limeira. Pensando nisso, o idealizador do projeto, vereador professor José Farid Zaine (PDT) apresentou na sessão desta segunda-feira, 20, projeto de lei para que o “Vira Virou” seja realizado anualmente, sempre no mês de setembro, nas comemorações de aniversário da cidade. A proposta segue para ser analisada pelas comissões permanentes da Câmara. O “Vira Virou” aconteceu nos dias 14 e 15 de setembro, com apresentação da trupe “O Teatro Mágico” e várias outras atividades em cinco pólos da cidade.

Farid explicou que quando uma lei dessa natureza é aprovada no Legislativo, fica mais evidente e pontual a cobrança por parte dos vereadores. “Embora eu tenha certeza de que esse evento já foi inteiramente abraçado pelo Prefeito Silvio Félix, que demonstrou muita satisfação e empenho para que fosse realizado, além de a população ter aprovado completamente a nossa virada”, disse.

O parlamentar elogiou ainda a atuação das secretarias de Turismo e Eventos e Cultura, pelos respectivos secretários. “Quando os consultei, eles entenderam rapidamente a necessidade de Limeira ter um evento diferente e ousado e não mediram esforços para que tudo saísse da melhor forma possível”, afirmou. O secretário de Turismo e Eventos é Marcos Francisco Camargo e o de Cultura é Adalberto Pedro Mansur.

Na justificativa de seu projeto, Farid contou um pouco da história que resultou na realização do “Vira Virou” e reiterou a importância das redes sociais para que o evento pudesse ter sido realizado e divulgado com grande força.

“Via twitter, a população adotou a ideia e mostrou a força das redes sociais dentro da nossa sociedade. Em um período curto de tempo, meus seguidores começaram a cobrar a concretização desse sonho e, então, vimos a necessidade de o “Vira Virou” acontecer ainda em 2010”, justificou.

Outras informações sobre o projeto podem ser obtidas no telefone do gabinete de Farid, (19) 3404 7550.




Imagens do público do "Vira Virou"


Créditos Imagens: Fernando Quesada.
Ronald Gonçales
Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Abertura mostra Festival de Teatro com inovação


A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, iniciou neste domingo, 19 de setembro, a sexta edição do Festival Nacional de Teatro. O espetáculo “Pequeno Inventário de Impropriedades”, da Téspis Cia. de Teatro, de Florianópolis, levou cerca de 300 pessoas ao Teatro Vitória.


O evento vai até 26 de setembro, e contará com 19 espetáculos entre concorrentes e convidados, todos com entrada gratuita; nas categorias adulto, de rua e infantil.


O grupo Téspis, vindo de Florianópolis/SC, apresentou um texto forte, que já passou por vários países. A loucura foi o tema, mas gerou momentos cômicos, visto que é abordada a partir de situações do cotidiano das pessoas.


O festival vai até dia 26, com espetáculos em três categorias – adulto, infantil e de rua. A entrada para os espetáculos é gratuita. A programação dos 19 espetáculos está no blog da secretaria, www.culturalimeira.blogspot.com, que, para o evento, conta com o apoio do Governo do Estado, Secretaria de Estado da Cultura e Oficina Cultural “Carlos Gomes”. Três deles, incluindo o da Téspis Cia de Teatro, são convidados, e os demais concorrem a R$ 18 mil em prêmios.


Antes da peça, ocorreu a cerimônia de abertura. O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, representou o prefeito Silvio Félix. Também estavam presentes o vereador Farid Zaine, idealizador do projeto; o secretário de Turismo e Eventos, Marcos Camargo; o coordenador da “Oficina Cultural Carlos Gomes”, Robson Trento, e os diretores da Secretaria da Cultura, Juraci Soares Rodrigues Requena e Fábio Pentagrama.


Mansur destacou a inovação, como as apresentações em escolas e pontos não visitados anteriormente, como a região do bairro Olindo de Lucca. “Estamos oferecendo cultura de qualidade às pessoas, mesmo fora da área central da cidade”, afirmou.


Ainda destacou as reformas e restauro dos prédios da secretaria, “que vão melhorar os espaços destinados aos artistas de Limeira”.



Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura
culturalimeira@yahoo.com.br
www.culturalimeira.blogspot.com
www.twitter.com/culturalimeira
Mostra de Samba reúne gerações na Cecap


A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria da Cultura, realizou no último sábado, dia 18 de setembro, a primeira Mostra de Samba de Limeira. Os grupos “Vive melhor quem samba”, “De Bobeira” e Pagodeando se apresentaram para mais de 500 pessoas. O evento levou cultura ao bairro Cecap, além de reunir gerações de sambistas e fãs.


Na platéia, famílias acompanharam as apresentações, ocorridas na praça ao lado da Paróquia Menino Jesus. A entrada foi franca.


Entre os grupos, havia sambistas de grande experiência, como os do Pagodeando, que tem várias formações desde a década de 1980, até mais jovens, como os do “De Bobeira” – cuja idade média é de 16 anos.


O secretário da Cultura, Adalberto Mansur, representou o prefeito Silvio Félix, e se disse feliz com o resultado. “Reunimos vários grupos de samba da cidade ao longo dos últimos meses, e estamos pensando em vários projetos que garantirão cultura à população e, ao mesmo tempo, espaço para os artistas se apresentarem”, afirmou.


O diretor do Departamento de Cultura Afro-Descendente e de Integração Étnica, Galdino Clemente, destacou o contato com os artistas da cidade. “Apoiamos iniciativas como essas, que beneficiam a população. Estamos buscando levar a cultura aos bairros”, afirmou.


Os vereadores Antônio Piuí e Farid Zaine prestigiaram o evento.



Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura
culturalimeira@yahoo.com.br
www.culturalimeira.blogspot.com
www.twitter.com/culturalimeira
Repercussão




Nesse sábado, 18 de setembro, na Gazeta de Limeira, a coluna “CineArte” abordou os musicais da Broadway. O texto, de José Farid Zaine, está disponível na íntegra abaixo:

BROADWAY NA SALA DE ESTAR

Por José Farid Zaine
farid@limeira.com.br
twitter.com/faridzaine


Musical, no cinema ou no teatro, é tudo de bom. O gênero marcou época no cinema, atingindo seu auge nos anos 40 e 50, principalmente através dos célebres musicais da metro. Inesquecíveis momentos de puro deleite, música maravilhosa, coreografias espetaculares marcarão para sempre a história do cinema. A Broadway sempre foi uma grande fornecedora de musicais magníficos, e ainda hoje o é. Os brasileiros que amam o gênero no teatro, agora podem ver os mesmos espetáculos que deslumbram a Broadway em São Paulo ou no Rio, mas principalmente em São Paulo, que foi o palco nos últimos dez anos da explosão dos musicais no país, atraiu milhares de espectadores e tem produções na fila nos poucos grandes teatros equipados para receber obras de grandes dimensões cenográficas e exigências técnicas.

Já que neste fim de semana começa o Festival Nacional de Teatro de Limeira, vamos reservar as noites para o teatro, e guardar as tardes para curtir musicais que vieram do teatro. Um deles é “Nine”, cuja história começou no cinema magistral de Federico Fellini com uma das maiores obras cinematográficas de todos os tempos, “Fellini 8 e meio”; este virou o musical “Nine” nos palcos de Nova York e agora retorna ao cinema no filme de Rob Marshal, o mesmo de “Chicago”, que ganhou 6 Oscars, incluindo o de melhor filme. A música, em Nine, não é lá essas coisas. Mas porque eu estaria recomendando um musical em que justamente a música “não é lá essas coisas”? Parece um paradoxo, mas eu explico: o filme pode ser visto com tranqüilidade, porque tem muitas qualidades. Começa pela presença de Daniel Day Lewis, sempre um grande ator. Ele faz Guido, que no filme “8 e meio” era interpretado por simplesmente um dos maiores atores de todos os tempos, Marcello Mastroianni. Se for pra comparar, melhor mesmo é correr pra ver a fonte inspiradora... “Nine” tem também a presença magnética de Sophia Loren, uma das mais belas atrizes de todas as épocas, símbolo da sensualidade da mulher italiana. Ela está lá, viva, inteira, com todas as marcas dos seus 76 anos, como a dizer para Penélope Cruz: “Eu sou você amanhã”...Penélope, linda, fogosa, excelente atriz, carrega boa parte do interesse por “Nine”. Depois, temos também Nicole Kidman, e a grande Marion Cotillard, que ainda não desvinculamos de “Piaf”. O filme é um pouco sisudo, mas dá pra ver numa boa. Depois, é pegar a pipoca e o refrigerante, porque la vem leveza e puro divertimento: “Mamma Mia”, também saiu dos palcos para a tela, e logo virou um sucesso extraordinário de público, tanto nos cinemas como na venda dos DVDs. Na verdade, “Mamma Mia” não saiu dos palcos, porque continua em cartaz em Londres, onde foi lançado,e em Nova York. História simpática de garota que, pronta para se casar, deseja saber qual dos três ex-namorados da mãe é seu pai, e os convida para o casamento. Tudo é construído em torno das músicas do ABBA, grupo sueco de enorme sucesso popular em todo o mundo nos anos 1970, principalmente na Austrália, mas cuja música persiste e arrebata platéias de todas as idades, em todos os lugares. Grécia com fotografia que focaliza seus aspectos turísticos, com ilha paradisíaca, coreografias interessantes pelo uso da música do ABBA como roteiro, a originalidade e quase estranheza de vermos Pierce Brosnan, Stellan Skarsgard e Colin Firth num musical, mas sobretudo Meryl Streep, são temperos que garantem sabor ao filme. Meryl, a maior de todas as atrizes de seu tempo, leve e solta numa comédia musical despretenciosa, interpreta a mãe da garota que vai se casar, essa vivida pela belíssima Amanda Seyfrid. Muita confusão, muita dança, muita coreografia num cenário de cartão postal permanente, ao som do ABBA, fazem a delícia de uma sessão da tarde. Imaginem todos esses elementos misturados como ingredientes para editar “Dancing Queen”... Mas o melhor é ver e ouvir Meryl Streep na cena em que canta “The Winner Takes it all”. Já vale o filme todo.

Divirtam-se com “Nine”, de Rob Marshall, e “Mamma Mia”, de Phyllida Lloyd.

Para quem curte o ABBA, “Mamma Mia”, no Blu-ray ou DVD, será apenas uma preparação: Em novembro, em São Paulo, no Teatro Abril, templo dos grandes musicais com talentos nacionais, vai estrear o musical homônimo, na nossa Broadway brasileira. A gente se encontra na fila...

Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)
Limeira Patchwork termina com grande sucesso de público e vendas

Terminou neste domingo, 19 de setembro, a “I Limeira Patchwork”, no Museu da Joia. A feira que contou com exposições e vendas de materiais com a técnica de patchwork foi um grande sucesso, atraindo centenas de pessoas em três dias.

Foram 26 estandes e ateliês de Limeira, São Paulo, Bragança Paulista, Vinhedo, Campinas e Rio de Janeiro. Durante o evento foram oferecidos cursos gratuitos, sendo cobrado apenas o material para a realização dos trabalhos.

A “I Limeira Patchwork” teve também atrações artísticas ( Simone Carvalho, Orquestra de Violeiros, os Benês e Elton Fontanin), praça de alimentação, city tour com o Dep de Turismo e o sorteio de uma máquina de costura própria para patchwork.

O Prefeito Silvio Felix, visitou a feira no domingo, acompanhado do Vereador Farid Zaine, do Secretário de Turismo e Eventos Marcos Camargo e da Profa Dora Arcaro, e conversou com todos os expositores, que fizeram questão de agradecer ao poder público pelo evento e elogiar a organização do mesmo.

Para Silvio Felix, "a Feira foi uma grande e feliz surpresa. Para o próximo ano investiremos mais no evento, incluindo sinalização do local, maior acessibilidade e ventilação do espaço".

Regina Moreno, de Campos do Jordão, em nome dos expositores pediu ao Prefeito Silvio Félix e ao Secretário de Turismo e Eventos, Marcos Camargo, que mantenham a feira no Museu da Joia. Para ela o local reune beleza e conforto para esse tipo de feira.

A Profa Dora Arcaro, Presidente Regional do CPP de Limeira, idealizadora do evento, demonstrou a sua felicidade com o sucesso do evento. "Todos os expositores ja reservaram a sua participação em novembro do ano que vem; quando deve ocorrer a segunda edição", salientou.

Para o Secretário de Turismo e Eventos, Marcos Camargo, "o sucesso incontestável da Feira garantiu a sua inclusão definitiva na programação anual da Secretaria. O sucesso do Patchwork nos surpreendeu. Estamos felizes com a iniciativa e com a parceria com o CPP."

Além da população de Limeira, a feira recebeu visitantes de diversos municípios do Estado, como Barretos, Bragança Paulista, Holambra, São Paulo e Campinas.

A realização é da Prefeitura de Limeira, através da Secretaria de Turismo e Eventos, e Centro do Professorado Paulista – Regional de Limeira.

Secretaria Municipal de Turismo e Eventos de LimeiraAvenida Maria Thereza S. de Barros Camargo, 1525, Jd. Aquarius.CEP 13484-270 / Limeira - SP / Fone: (19) 3495-1350 E-mail: turismoeeventoslimeira@hotmail.com.br

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Festival Nacional de Teatro tem início domingo; entrada é gratuita


Começa neste domingo, 19 de setembro, a sexta edição do Festival Nacional de Teatro. A peça “Pequeno inventário de impropriedades”, da Téspis Cia. de Teatro, de Florianópolis, abrirá o Festival às 19h no Teatro Vitória. O evento, que vai até dia 26 de setembro, contará com 19 espetáculos entre concorrentes e convidados, todos com entrada gratuita; nas categorias adulto, de rua e infantil.


A categoria com infantil é estréia no festival. Na próxima semana, cinco espetáculos direcionados a este público agitarão o Teatro Vitória pela manhã. Outra novidade é a ida à bairros antes não visitados, como Morro Azul, região do Olindo de Lucca e Cecap na categoria de teatro de rua; em parceria com entidades como a Associação dos Trabalhadores Aposentados de Limeira (Atapil) e Colégio Técnico de Limeira (Cotil), onde occorrerá um dos espetáculos.


A premiação atinge R$ 18 mil mais troféus entre 1º, 2º e 3º lugar de cada categoria. O secretário da Cultura Adalberto Mansur está feliz com o crescimento do Festival, que abrange toda a cidade. “A proposta de formação de público foi ampliada. Ao mesmo tempo, aumentamos o número de pontos em Limeira que vão receber iniciativas, democratizando o acesso à cultura", explica.


Já o vereador Farid Zaine, idealizador do Festival, vê de forma positiva as novidades, que atingem ainda mais o público. “O nosso Festival está crescendo cada vez mais, caminhando rumo a um sonho que tenho, que é vê-lo transformar-se em Festival Internacional de Teatro, como já ocorre nas cidades de Londrina e Rio Preto", diz. Farid é também autor do projeto de lei que insere o Festival Nacional de Teatro de Limeira no calendário de eventos do município.

As escolas interessadas em levar seus alunos para assistir aos espetáculos infantis devem entrar em contato com o Teatro Vitória, pelo telefone (19)3451.6679. Também as escolas de ensino médio e faculdades podem ir ao Teatro ver os espetáculos adultos, respeitada a classificação indicativa etária de cada um deles; através de agendamento pelo mesmo telefone.


A programação com horário, classificação indicativa e sinopse de todos os espetáculos do Festival está disponível no blog da Cultura – www.culturalimeira.blogspot.com. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (19)3451.0502.


Thayla Ramos – Estagiária de Jornalismo
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura
(19)3451.0502
culturalimeira@yahoo.com.br
www.culturalimeira.blogspot.com
www.twitter.com/culturalimeira

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Repercussão 2

A pedido do Jornal de Limeira, o vereador professor José Farid Zaine (PDT) escreveu artigo sobre o desenvolvimento de Limeira. O texto foi publicado no dia 15 de setembro e os leitores do blog podem ler na íntegra aqui:


EU VOU FICAR POR AQUI

Por José Farid Zaine


Não é preciso ter bola de cristal para afirmar, com segurança, que Limeira, localizada num lugar privilegiado de uma das regiões mais importantes e fortes do Estado, seja a bola da vez. A cidade vem se desenvolvendo num ritmo acelerado nos últimos anos, adquirindo aspectos novos, observados na mudança de seu visual que, a cada dia, revela um elemento novo. Sinais de desenvolvimento claros, acompanhados de mudanças comportamentais inimagináveis há vinte anos. Nesse passado recente, o jovem limeirense que quisesse cursar uma universidade, era praticamente obrigado a deixar a cidade, dada a escassez de cursos superiores oferecidos no município. Agora esse jovem já tem uma quantidade bem significativa de opções para sua formação, e decorrente disso, chances muito grandes de estabelecer-se profissionalmente na própria cidade. O fortalecimento da educação é o termômetro para o desenvolvimento rápido. A cidade hoje tem muitas faculdades, como o Isca, a Unip, a Anhanguera, a Faal, a Einstein, a Facinter, a Unicamp, que já era presente, através do Cotil, do CESET, mas veio completar e fortalecer sua integração ao panorama educacional local, pela implantação do novo campus. Isso só pra falar dos cursos superiores, sem mencionar a alta qualidade dos cursos técnicos de nível médio oferecidos há bastante tempo. Hoje podemos dizer que um jovem recebe formação profissional e pode ficar na cidade. A vinda de grandes empresas, algumas já concretizadas, sinalizam nessa direção. Diferentemente do passado, hoje nossos jovens podem escolher ficar em Limeira, e vemos que outros de todos os cantos do país, estão escolhendo vir para cá. Só para citar um exemplo, em que outro lugar um designer de joias seria melhor aproveitado? Vimos que as atenções, nesse setor, estão definitivamente focadas em Limeira. Na última edição da ALJOIAS isto ficou bem evidente.

Como se prepara uma cidade para seu destino de rápida transformação em metrópole progressista? Com infraestrutura moderna, que inclui malha viária conservada e sempre atualizada, aeroporto funcional, estímulo à vinda de novas empresas e valorização das já existentes, criação de condições para a melhor qualidade de vida possível, coisas que estamos vendo acontecer ou a preparação para que aconteçam em curto espaço de tempo. E Limeira tem conseguido significativos progressos que refletem incontestavelmente sua mudança. Mencionei a área de educação, que é fundamental para a transformação da cidade, e vemos que a velocidade dessa transformação está intimamente ligada a ela. Mas pode uma cidade que deseja que seus jovens cidadãos aqui se formem e aqui permaneçam, não lhes oferecer também acesso a bens culturais? Pois só para falar da minha área de atuação, vejo que investir em Cultura traz retorno rápido. A Orquestra Sinfônica de Limeira, desde 2005 apresentou um crescimento extraordinário, por conta de um convênio com a Prefeitura. Ela hoje atrai jovens de todos os cantos da cidade, que recebem formação musical de primeira qualidade na Escola Livre de Música, além de formar músicos que são aprovados em grandes Orquestras, e podem alçar voos maiores em suas carreiras. A Orquestra ainda carece de parcerias, mas é um exemplo de ação cultural bem-sucedida. Abrir espaços para nossos talentos também fomenta a cultura e estimula a produção local. Em 2005, ao criarmos o Festival Nacional de Teatro, sofremos para achar 3 grupos de teatro atuando, para que fosse possível realizar uma mostra municipal. Em 2010, 9 grupos com produções elogiadas se inscreveram, e em 2009, um grupo limeirense venceu o Festival Nacional. Esse grupo se desenvolveu a partir da existência do Festival. Isso aconteceu também na música, com o Canta Limeira e o FestiAfro. Há um forte movimento para o retorno dos Salões de Artes Plásticas, já em andamento, e na área de dança foi criada a Limeira Companhia de Dança, sem falar nos festivais das Academias e no Ecodança. Um Shopping Center que cresce a cada dia, outro que vem aí, com novas salas de cinema, um novo e bem equipado teatro... são tantos exemplos para mencionar, mas o que vale é lembrar que, qualquer que seja a área de atuação ou preferência de um jovem, se a questão é cultural, ele encontrará terreno fértil na cidade. O turismo de negócios aqui já é uma realidade, que caminha para novas conquistas nessa área, também velozmente. No Museu da Jóia não é mais raro o encontro de grandes estilistas, designers e artistas, cujo trabalho repercute em todo o País, atraindo cada vez mais o interesse de visitantes.
Abandonar a cidade e abandonar o País eram sentimentos comuns há pouco mais de duas décadas, declarados por poetas e compositores. Hoje a situação mudou para o Brasil, e o mesmo se diz em relação a Limeira. Numa das canções do Avena, cujo CD sai em novembro, que fiz em parceria com Joaquim Prado, acho que também pude sintetizar essa nova posição. A música se chama “Alô Geral” e a letra diz:

“Alô Paris, Londres, Berlim:
Algum recado pra mim?
Acho que, desta vez,
Eu vou ficar por aqui!”

Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)
Repercussão

Nani Camargo, na coluna Vai & Vem (Jornal de Limeira) de hoje, 16 de setembro, destaca o trabalho do vereador professor José Farid Zaine (PDT):

ELOGIÁVEL
Muito positiva a iniciativa do evento “Vira Virou”, que atraiu grande público em Limeira. A ideia partiu do vereador Farid Zaine (PDT) e foi abraçada pela Secretaria de Turismo. A cidade precisa mesmo de cultura, lazer e arte.

Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Parabéns Limeira


No aniversário de Limeira brindemos a uma cidade que está cada vez melhor para se viver. Festejemos a nossa cultura e as artes aplaudindo os Festivais de Música e de Teatro, as apresentações da Orquestra Sinfônica e das bandas, os eventos da área cultural, a música, a poesia, as artes cênicas, os nossos artistas e produtores que defendem a cultura e a educação! Esta é a festa que Limeira merece na comemoração dos seus 184 anos de progresso e desenvolvimento!


Mensagem do vereador professor José Farid Zaine (PDT) para o Aniversário de Limeira.
Vereadores entregam “Prêmio Ecologia e Ambientalismo”

Os vereadores de Limeira entregaram durante a sessão ordinária desta segunda-feira (dia 13) o “Prêmio Ecologia e Ambientalismo” para instituições que se destacaram em ações a favor do meio ambiente e dos interesses ecológicos de Limeira.


O presidente da Comissão, vereador professor José Farid Zaine (PDT) e o presidente da Câmara Municipal, Eliseu Daniel dos Santos (PDT) entregaram a honraria para o Colégio Técnico de Limeira (COTIL), Associação de Reabilitação Infantil (ARIL) e Associação de Moradores e Amigos do Jardim Aeroporto (veja projetos).


“É uma honra presidir esta Comissão que neste ano escolheu grupos de pessoas que atuam pela preservação do meio ambiente. Parabéns a todos pelo trabalho desenvolvido nesta área em Limeira”, destacou Farid Zaine.


Os vereadores Almir Pedro dos Santos (PSDB) e Ronei Martins (PT) também são integrantes desta Comissão.


Robson Bianchi, presidente da ARIL, Paulo Sérgio Saran, diretor do COTIL, e Júlio César do Amaral da Associação de Moradores e Amigos do Jardim Aeroporto receberam o prêmio em nome das instituições.


“Este prêmio simboliza o reconhecimento e a gratidão da cidade de Limeira, aqui representada pelos vereadores desta Câmara, as ações realizadas por estas entidades todos os dias em prol do meio ambiente e da ecologia. A ARIL com seu programa de reciclagem entre outros projetos, a Associação dos Moradores que desenvolveu um importante trabalho em torno do ribeirão Lagoa Nova e o COTIL que através do COTIL Arte deste ano teve como tema a biodiversidade”, agradeceu Paulo Saran em nome dos homenageados.


“Estas entidades realizam um trabalho fundamental para conscientizar as pessoas sobre a preservação do meio ambiente”, disse Eliseu Daniel autor do projeto que criou o “Prêmio Ecologia e Ambientalismo”.


Domingos Furgione Filho, secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Bioatividades, esteve presente e representou o prefeito de Limeira, Silvio Félix (PDT).


Após a entrega a cantora Simone Carvalho fez uma apresentação no Plenário “Vereador Vitório Bortolan”.


Projetos



“COTIL Arte 2010 – Ano Internacional da Biodiversidade”.



O evento COTIL Arte é coordenado pela área de Humanas do Colégio Técnico de Limeira (COTIL UNICAMP), desde 1995. O evento envolve 1,5 mil alunos em diversas modalidades, sendo algumas expostas no Campus de Limeira e outras apresentadas no Teatro Municipal de Limeira, tratando de um evento de grande repercussão na cidade e região.



A realização do COTIL Arte vai além do caráter pedagógico, seja no desenvolvimento e aprimoramento de habilidades artísticas, seja no fomento a pesquisa de temas complementares a formação técnico-acadêmica dos alunos para consolidação dos valores defendidos pela instituição de ensino.



Para 2010 as modalidades escolhidas foram fotografia, esquete, desenho, composição musical, video, coreografia solo, coreografia grupo e suporte. O evento objetiva desenvolver o potencial artístico e intelectual dos alunos, valorizando a arte como instrumento de inserção cultural do cidadão de Limeira e região.



Metas: defesa de valores como ética, vida, tolerância; responsabilidade social e ambiental como forma de incentiva a sustentabilidade social, econômica e do meio ambiente; defesa da vida como direito inalienável de todo ser humano.



Associação de Reabilitação Infantil – ARIL com o Projeto “Reciclando Vida da Aril ”.



O projeto “Reciclando a Vida da ARIL” contribui com a preservação do meio ambiente, auxilia na sustentabilidade da entidade, referência no município e significa oportunidade de renda e aprendizado profissional aos usuários assistidos.



É preciso que cada um faça a sua parte por meio da coleta seletiva, para que a degradação e exploração do meio ambiente possam diminuir. Quanto mais a sociedade recicla menos matéria prima precisa ser extraída da natureza. Na ARIL o Centro de Triagem de Materiais Recicláveis além de representar uma alternativa de sustentabilidade para a entidade por meio da venda do material devidamente separado e enfardado as empresas da região, também significa oportunidade de aprendizado de trabalho aos aprendizes do Centro de Habilitação e Treinamento Profissional da ARIL. Contribui para a preservação do meio ambiente e da qualidade de vida do nosso planeta.



Atualmente são processados mensalmente cerca de 100 toneladas de materiais recicláveis, os quais deixam de ser enviados ao aterro municipal.



Associação de Moradores e Amigos do Jardim Aeroporto.



Esta Associação tem reconhecidas ações desenvolvidas em defesa do meio ambiente, por exemplo, “em 2006 esta Associação entrou com representação no Ministério Público com o objetivo de apurar a prática de eventual infração ambiental, apontando a existência de poluição em área de preservação permanente (APP) situada no entorno do Ribeirão Lagoa Nova; no mesmo ano solicitou ao CONDEMA para averiguação de empreendimento imobiliário em APP; em 2009 solicitou junto ao MP averiguação sobre o uso indevido do veneno mata-mato dentro das lagoas do Jardim do Lago; solicitou averiguação de impacto ambiental causado por obras de loteamento Residencial São Miguel; fez uso da Tribuna Livre para discorrer sobre meio ambiente no Plenário da Câmara; solicitou averiguação de crime ambiental em área de preservação permanente destinado ao MP; suspensão da atividade de pesca recreativa nas lagoas do Jardim do Lago; Estudantes da Universidade de Paris conhecem Projetos Sociais desenvolvidos pela comunidade em parceria com o SENAC; realização do 6º ECOATividade.”


Carla Pizani
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira
Evento cívico no Paço Municipal comemora o aniversário de Limeira

O evento cívico em comemoração ao aniversário de Limeira reuniu mais de mil crianças da Rede Municipal de Ensino na manhã de hoje, 14 de setembro, no Paço Municipal “Waldemar Mattos Silveira”.

Na ocasião, foram premiados os vencedores do I Concurso Literário: “Limeira, o lugar onde eu vivo”, feito com estudantes do Ensino Fundamental em duas categorias: alunos do 2º e 3º deveriam elaborar um texto narrativo; já os que cursam a 3ª e 4ª série apresentaram textos poéticos.

O prefeito Silvio Félix entregou os prêmios aos primeiros lugares de cada categoria e destacou a importância da educação para o futuro de Limeira e do país. O prefeito também convidou as crianças para cantar o “Parabéns a você” em homenagem aniversário do município, comemorado no dia 15 de setembro.

O evento teve ainda a participação do grupo de teatro Ponta de Areia, que encenou a peça “Tatu pequeno” e fez a leitura dos textos premiados, Coral Infantil da Secretaria Municipal de Educação e Limeira Cia. de Dança.

A professora da Rede Municipal de Ensino, Camilla Oliveira Melo, contou a história “Camilão Comilão” de Ana Maria Machado e entusiasmou as crianças da platéia. Para finalizar as apresentações, a senhora Marly Vial da Silva declamou o poema de sua autoria “Cidade Prometida”.

Na ocasião, estavam presentes os secretários Marcos Camargo (Turismo e Eventos), Antônio Montesano Neto (Educação), João Bozzi (Administração), Júlio César Florindo (Esportes) e Rodrigo Oliveira (Transportes); Juraci Soares Requena representando Adalberto Pedro Mansur (Cultura) e Regina Cristina Rebelato Forti em nome da Diretoria de Ensino de Limeira. Os vereadores Silvio Brito e Farid Zaine e a deputada federal Aline Corrêa também prestigiaram o evento.

Conheça o nome dos vencedores do I Concurso Literário: “Limeira, o lugar onde eu vivo”


Categoria 2º e 3º ano: texto narrativo


1º lugar: Maria Eduarda dos Santos Vitali
Professora: Tânia Maria Barbosa Pazelli Rosolem
Escola: EMEIEF. Maria Thereza Silveira de Barros Camargo


2º lugar: Thaís Corrêa de Lima
Professora: Gisele Cristina Escame
Escola: EMEIEF. Dr. José Carvalho Ferreira


3º lugar: Samuel William Silva Pereira
Professora: Priscilla Luciana Baltieri Gava
Escola: EMEIEF. Profª Clara Monzoni Lang


Categoria 3ª e 4ª série: texto poético


1º lugar: Rebeca Canale
Professora: Raquel Lindman Bueno
Escola: EMEIEF. Profª Clara Monzoni Lang


2º lugar: Hemylen Toledo Luglio
Professora: Ana Flora Rodrigues Campol
Escola: EMEIEF. Dr. Waldemar Lucato


3º lugar: Beatriz dos Santos Lima
Professora: Fabiana Cristina Furlan Jesus
Escola: CEIEF. Gov. Mario Covas

Vereador Silvio Brito, vereador Farid Zaine e secretário de Turismo e Eventos Marcos Camargo.

Néliane Simioni
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal de Turismo e Eventos
(19) 3495-1350
comunicacaoturismoeeventos@gmail.com
www.turismolimeira.com
www.twitter.com/eventoslimeira

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O Teatro Mágico faz show no Parque Cidade

A trupe do Teatro Mágico abre as apresentações do “Vira Virou Limeira” amanhã, às 19h, no Parque Cidade, com entrada franca. A realização é da Prefeitura de Limeira, através das Secretarias de Turismo e Eventos e Cultura.

O Teatro Mágico reúne elementos do circo, teatro, poesia, música, literatura, além de usar do cancioneiro popular para debater questões políticas em suas músicas e shows.

Fernando Anitelli é o responsável pela criação da trupe e, desde 2003, reuniu amigos e artistas que acreditavam no projeto para levar a música adiante. O grupo trabalha sem apoio de gravadoras e preza pela defesa do livre compartilhamento de arquivos musicais via internet.

Após seis anos de trabalho, o Teatro Mágico comemora o alcance de mais de 1 milhão de downloads e 5 milhões de transmissões de músicas nos sites Trama Virtual e Palco MP3. De forma independente também foram vendidos mais de 190 mil CDs e 40 mil cópias de DVDs a preços populares.

O Teatro Mágico possui dois álbuns de estúdio: Entrada Para Raros e O Segundo Ato. Apesar de envolver várias expressões artísticas, a linguagem musical e cênica é popular e acessível para todo tipo de público, independente de idade e classe social.

“Vira Virou Limeira”

O “Vira Virou Limeira” faz parte das comemorações do aniversário de Limeira. Logo após show do Teatro Mágico, o grupo Encantoria, formado por artistas limeirenses, subirá ao palco para lançar seu primeiro CD “Mãos que Segurei”.

A noite do dia 14 também irá contar com o “Serenata para Limeira”, evento lítero-musical que faz reverência a cidade com serenatas e poesia, a partir das 23h30, saída do Palacete Levy rumo ao Centro do Professorado Paulista - CPP, no Largo da Boa Morte.

Já na sede do CPP, haverá uma apresentação do Grupo Avena, que convida todos os poetas presentes para declamar sua poesia e outros músicos para cantar até a 1h.

Aos mais alternativos, a madrugada será inteirada no Kingston Bar com o som da Banda Overheads e demais bandas.

No dia 15 de setembro, às 9h, as atrações retornam ao Parque Cidade. Passarão pelo palco externo do Museu da Joia artistas como, Elton Fontanin, TOC Percussivo, Rosa Mística, As Nastácia, D Jimmy, Banda NYX, João Carlos e Cristian, Enrick e Daniel, Parada Sertaneja, Lucas e Ruan, Eduardo e Rafael, Grupo Reminiscências e Manoel Tchembo.

Todas as atrações são gratuitas.

Néliane Simioni
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal de Turismo e Eventos
(19) 3495-1350
comunicacaoturismoeeventos@gmail.com
www.turismolimeira.com
www.twitter.com/eventoslimeira
Repercussão

Nesse sábado, 4 de setembro, na Gazeta de Limeira, a coluna “CineArte” abordou o filme “Nosso Lar”. O texto, de José Farid Zaine, está disponível na íntegra abaixo:

ESPÍRITOS ARQUITETOS
Por JOSÉ FARID ZAINE
farid@limeira.com.br
twitter.com/faridzaine



Desde a estreia de “Bezerra de Menezes”, uma plateia cada vez mais numerosa passou a esperar com ansiedade os lançamentos das grandes produções de temática espírita, “Chico Xavier”, de Daniel Filho e “Nosso Lar”, de Wagner de Assis. “Bezerra de Menezes” atraiu mais de 500.000 pessoas, público razoável para uma produção tosca, dramaturgicamente paupérrima. O púbico- alvo não estava nem aí para os defeitos do filme, presentes em todos os quesitos – roteiro, figurino, interpretações, tudo. E aí chegou “Chico Xavier”, outra cinebiografia, mas agora bem acabada, com produção sofisticada, grandes interpretações (principalmente a de Ângelo Antonio), direção, fotografia, roteiro, trilha sonora de Egberto Gismonti, enfim, tudo de bom. Com excelente trabalho de publicidade, não deu outra: enorme sucesso visto por mais de 3 milhões de espectadores. Sucesso merecido. Embalado por essa visibilidade conferida ao tema, num ano particularmente importante para o espiritismo, o do centenário de nascimento de Chico Xavier, em pleno período de exibição do longa de Daniel Filho, os cinemas anunciavam, num trailer muito bem feito, a estreia de “Nosso Lar” para setembro. Desta vez também não deu outra, e a abertura de “Nosso Lar” já contabilizou, no primeiro fim de semana, mais de 540.000 espectadores. Outro aspecto da estratégia de divulgação do filme de Wagner de Assis, foi a exaustiva exposição de um certo orçamento milionário, já que a produção teria consumido cerca de 20 milhões de reais, a maior cifra para um filme brasileiro. A quantia estaria justificada na contratação de grande empresa canadense de efeitos especiais (a mesma de “Watchmen”), do fotógrafo Ueli Steiger (de “O Dia Depois de Amanhã”) e até na encomenda da trilha sonora, feita por Philip Glass, que compôs a trilha de “As Horas”, tendo sido indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro e vencido o BAFTA por esse filme, em 2003.

Mexer com vida após a morte, ou vida após a vida, como se diz no filme, sempre rendeu produtos de alto interesse popular, e não apenas entre adeptos do espiritismo. Quem nunca se questionou sobre o que existiria no “outro lado”? Pois o fascínio pela solução desse enigma atinge a todos. Entre o desejo de descobrir como é esse “outro lado” e conferir uma produção brasileira muito aguardada, move-se um público ansioso por esclarecer suas dúvidas, confirmar suas convicções ou apenas curtir mais um blockbuster do cinema nacional.

Em certos aspectos, NOSSO LAR cumpre o que promete: as sequências do Umbral, espécie de purgatório, são plasticamente muito bem feitas e convincentes. Já a “cidade” para onde vão os espíritos desencarnados, com sua característica futurista, parece falsa. Quem seriam os arquitetos desses edifícios moderníssimos, em uma cidade que abriga também bucólicas casinhas coloridas e exuberantes jardins? Nesse cenário estranho, em que uma parede se move magicamente e se abre para o visitante, desenrola-se a história de André Luiz, o médico que, ao desencarnar, sofre os horrores do Umbral para depois, numa passagem por um tipo de hospital, certificar-se de que chegou a uma outra vida, onde terá chance de fazer seu espírito evoluir. Ele é interpretado, sem grandes vôos, pelo ator consagrado em peças teatrais espíritas, Renato Prieto. Alguns rostos conhecidos tem passagens discretas pelo filme, como Othon Bastos, Werner Shünemann, Ana Rosa, Paulo Goulart. Nas cenas em que a história se passa na década de 1930, a direção de arte é muito boa. A fotografia, de modo geral, é bastante competente. Com tantos bons elementos, o resultado geral não é satisfatório. De qualquer modo, é sempre bom ver um filme brasileiro provocando filas nas salas dos nossos cinemas. É alentador ver que uma produção nossa seja o filme mais visto em seu fim de semana de estreia, batendo poderosas produções estrangeiras como “Karate Kid” e “Como Cães e Gatos 2”, com uma arrecadação espetacular que, aliás, não tem nada de espiritual. Que o sucesso prossiga, para o bem do cinema brasileiro, e que cada um veja o filme e tire as próprias conclusões. Claro, é assim que tem de ser.

“Quem são vocês, o que aconteceu comigo?”, pergunta numa cena a personagem principal André Luiz, ao ajudante de serviços gerais do Ministério da Regeneração, Lísias, vivido por Fernando Alves Pinto, que diz: “ Todas as perguntas serão respondidas no tempo devido”. Para mim, ao final do filme, diante das dúvidas que permanecem, isso soa como “vem aí Nosso Lar 2”...


Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

“Vira Virou” abre espaço para artistas com Serenata para Limeira

O “Vira Virou Limeira” contará com mais uma atração para o dia 14 de setembro, terça-feira, véspera de feriado. Será o “Serenata para Limeira”, um evento lítero-musical organizado pelo Centro do Professorado Paulista – Regional de Limeira com o apoio das Secretarias de Cultura e Turismo e Eventos.

A idéia é unir em um só espaço os poetas e músicos de Limeira. O encontro será às 11h30, em frente ao Palacete Levy. De lá os artistas seguirão até a sede do CPP, no Largo da Boa Morte.

Durante o trajeto os músicos do Vila Jazz farão uma serenata para Limeira, ou seja, irão tocar músicas reverenciando a cidade e tornando o percurso especial. Já na sede do CPP, haverá uma apresentação do Grupo Avena, que convidará todos os poetas presentes para declamar sua poesia e outros músicos para cantar até a 1h.

Foram convidados para o evento, integrantes da Academia Limeirense de Letras e da Sociedade Literária de Limeira, mas o evento é aberto para todos os interessados.

A idéia do “Serenata para Limeira” partiu do Vereador Farid Zaine, que também é Diretor de Cultura do CPP, e foi acolhida pela Presidente da entidade, Dora Arcaro, e pelos Secretários Adalberto Mansur e Marcos Camargo.

“O ‘Serenata para Limeira’ mescla diversas formas de cultura e arte das ruas. É mais uma atração de peso para o Vira Virou, que vai de acordo com a proposta da Virada Cultural de valorizar a cultura local”, enfatizou o secretário de Turismo e Eventos, Marcos Camargo.



Néliane Simioni
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal de Turismo e Eventos
(19) 3495-1350
comunicacaoturismoeeventos@gmail.com
www.turismolimeira.com
www.twitter.com/eventoslimeira
6ª edição do Jornal Informativo do vereador professor José Farid Zaine (PDT):



Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

150 Anos - Corporação Musical Henrique Marques será homenageada


Os vereadores de Limeira aprovaram, com louvor, durante a Sessão Camarária desta quarta-feira (dia 8) o Projeto de Decreto Legislativo de autoria do vereador professor José Farid Zaine (PDT) que concede o “Diploma de gratidão da cidade de Limeira e Medalha de Mérito Cívico XV de Setembro – Ordem de Tatuiby à Corporação Musical Henrique Marques pelos 150 anos de atuação no município de Limeira fortalecendo a nossa cultura”.


Em sua justificativa Farid ressalta que a homenagem é o reconhecimento do Poder Legislativo à Corporação Musical Henrique Marques, um dos patrimônios culturais mais queridos do município.

“A corporação se apresenta quinzenalmente na Praça Toledo Barros, valoriza a cultura limeirense, integrando a história da nossa cidade”, justificou Farid.

O autor da propositura citou também a história da Banda, antes chamada “Banda Lyra D'Oeste” que teve a sua primeira apresentação no dia seis de novembro do ano de 1860. “Esta Corporação foi a primeira de Limeira e uma das pioneiras em todo o Estado de São Paulo. Atualmente, sob a presidência do senhor Reinaldo Spolador e regência do jovem maestro Fernando Barreto, a Banda continua conquistando novos fãs e admiradores, possuindo um trabalho de grande qualidade”, destacou Farid Zaine.


A votação do Projeto de Decreto Legislativo foi acompanhada por parte da Corporação, que fez uma breve apresentação no Plenário “Vereador Vitório Bortolan”. Na oportunidade o maestro Fernando Barreto agradeceu a homenagem. “Ficamos muito felizes com o comunicado da votação deste projeto. Com emoção agradeço o reconhecimento não só como um grupo artístico da cidade, mas como patrimônio histórico, somos a quarta mais antiga corporação civil do país e mais antiga do estado de São Paulo, é um orgulho para nós”, agradeceu Barreto.

A data para entrega da homenagem ainda não foi agendada.


Junia Mariano
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira
Repercussão

Jornal de Limeira de hoje, 9 de setembro, traz notícia com o título “Farid pede lixeira em pontos críticos” divulgando requerimento do vereador professor José Farid Zaine (PDT) que sugere a instalação de lixeiras em pontos estratégicos da cidade para que seja evitado o alagamento em certas regiões. A ideia do requerimento surgiu depois que os alunos da ETEC Trajano Camargo mostraram projeto feito por eles com o nome “Para não ficar debaixo d´água”.

Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Cultura divulga selecionados para o VI Festival Nacional de Teatro

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria Municipal da Cultura, divulga os grupos selecionados para o VI Festival Nacional de Teatro, que acontece de 19 a 26 de setembro no Teatro Vitória e praças da cidade. A disputa envolverá as categorias teatro adulto, de rua e infantil; e está incluída nos festejos em comemoração ao aniversário de Limeira.

A ordem das apresentações será sorteada em breve. Outras informações podem ser obtidas no telefone (19) 3451.6679 e nos e-mails teatrodivulgacao@yahoo.com.br ou teatroagenda@yahoo.com.br.

Adulto
“QUANDO AS MÁQUINAS PARAM”
Cia de Baco – Americana/SP

“A HORA E VEZ DE AUGUSTO MATRAGA”
Núcleo de Vivência Teatral – Iracemápolis/ SP

“O GIRASSOL”
Cia da Boca – São José do Rio Preto/ SP

“LILÁ OU O JOGO DE DEUS”
Quase 9 Teatro - São Paulo/SP

“PEQUENO INVENTÁRIO DE IMPROPRIEDADES”
Téspis Cia. de Teatro – Florianópolis/ SC

“SOBRE TOMATES TAMANCOS E TESOURAS”
Teatro da Mafalda – São Paulo/ SP

Infantil
“A FABULOSA VIAGEM DE DUDA E LOLA EM BUSCA DA IRMÃ PERDIDA OU... CADÊ KIKA?”
Grupo Caixa de Histórias – São José dos Campos / SP

“O CIRCO DOS OBJETOS”
Grupo Mariza Basso Formas Animadas – Bauru / São Paulo

“ANTES QUE O GALO CANTE”
Os Ciclomáticos Companhia de Teatro – Rio de Janeiro/ RJ

“CIRCO DE QUINTAL”
Cia Teatral Amado Amado – Birigui/ SP

“ESPERANDO GORDÔ”
Cia. Lona de Retalhos – Santo André /SP

Rua
“ANDANÇAS”
Teatro dos Andarilhos – Ribeirão Preto/ SP

“JOÃO E MARIA”
Grupo Teatral de 4 no Ato – Rio de Janeiro/ RJ

“LUGARES PARA BOTAR O NARIZ”
Cia Frita – Rio de Janeiro / RJ

“A FARSA DO ADVOGADO PATHELIN”
Grupo Rosa dos Ventos – Presidente Prudente/ SP

“LUNA PARKE”
Grupo La Mínima – São Paulo/ SP

Thayla Ramos – Estagiária de Jornalismo
Prefeitura de Limeira/SP
Secretaria Municipal da Cultura
(19)3451.0502
culturalimeira@yahoo.com.br
www.culturalimeira.blogspot.com
www.twitter.com/culturalimeira
13 de Setembro - Vereadores farão entrega do “Prêmio Ecologia e Ambientalismo”


A Câmara Municipal de Limeira homenageará no próximo dia 13 (segunda-feira) às 19h30, com o “Prêmio Ecologia e Ambientalismo” a pessoas, empresas e ou instituições que se destacaram em ações a favor da natureza, do meio ambiente e dos interesses ecológicos de Limeira.

Este ano receberão a homenagem o Colégio Técnico de Limeira (COTIL), a Associação de Reabilitação Infantil (ARIL) e a Associação de Moradores e Amigos do Jardim Aeroporto (veja projetos).

“A homenagem objetiva reconhecer as pessoas físicas ou jurídicas por sua luta em favor da ecologia e preservação ambiental do município”, explicou o presidente da Comissão, Vereador Professor José Farid Zaine (PDT).

Também são integrantes desta comissão os vereadores Almir Pedro dos Santos (PSDB) e Ronei Costa Martins (PT).

A sessão para entrega do prêmio Ecologia e Ambientalismo acontecerá durante a Sessão Camarária do dia 13 de Setembro, no Plenário “Vereador Vitório Bortolan”.

Projetos

“COTIL Arte 2010 – Ano Internacional da Biodiversidade”.

O evento COTIL Arte é coordenado pela área de Humanas do Colégio Técnico de Limeira (COTIL UNICAMP), desde 1995. O evento envolve 1,5 mil alunos em diversas modalidades, sendo algumas expostas no Campus de Limeira e outras apresentadas no Teatro Municipal de Limeira, tratando de um evento de grande repercussão na cidade e região.

A realização do Cotil Arte vai além do caráter pedagógico, seja no desenvolvimento e aprimoramento de habilidades artísticas, seja no fomento a pesquisa de temas complementares a formação técnico-acadêmica dos alunos para consolidação dos valores defendidos pela instituição de ensino.

Para 2010 as modalidades escolhidas foram fotografia, esquete, desenho, composição musical, vide3o, coreografia solo, coreografia grupo e suporte. O evento objetiva desenvolver o potencial artístico e intelectual dos alunos, valorizando a arte como instrumento de inserção cultural do cidadão de Limeira e região.

Metas: defesa de valores como ética, vida, tolerância; responsabilidade social e ambiental como forma de incentiva a sustentabilidade social, econômica e do meio ambiente; defesa da vida como direito inalienável de todo ser humano.

Associação de Reabilitação Infantil – ARIL com o Projeto “Reciclando Vida da Aril ”.

O projeto “Reciclando a Vida da Aril” contribui com a preservação do meio ambiente, auxilia na sustentabilidade da entidade, referência no município e significa oportunidade de renda e aprendizado profissional aos usuários assistidos.

É preciso que cada um faça a sua parte por meio da coleta seletiva, para que a degradação e exploração do meio ambiente possam diminuir. Quanto mais a sociedade recicla menos matéria prima precisa ser extraída da natureza. Na ARIL o Centro de Triagem de Materiais Recicláveis além de representar uma alternativa de sustentabilidade para a entidade por meio da venda do material devidamente separado e enfardado as empresas da região, também significa oportunidade de aprendizado de trabalho aos aprendizes do Centro de Habilitação e Treinamento Profissional da ARIL. Contribui para a preservação do meio ambiente e da qualidade de vida do nosso planeta.

Atualmente são processados mensalmente cerca de 100 toneladas de materiais recicláveis, os quais deixam de ser enviados ao aterro municipal.

Associação de Moradores e Amigos do Jardim Aeroporto.

Esta Associação tem reconhecidas ações desenvolvidas em defesa do meio ambiente, por exemplo, “em 2006 esta Associação entrou com representação no Ministério Público com o objetivo de apurar a prática de eventual infração ambiental, apontando a existência de poluição em área de preservação permanente (APP) situada no entorno do Ribeirão Lagoa Nova; no mesmo ano solicitou ao CONDEMA para averiguação de empreendimento imobiliário em APP; em 2009 solicitou junto ao MP averiguação sobre o uso indevido do veneno mata-mato dentro das lagoas do Jardim do Lago; solicitou averiguação de impacto ambiental causado por obras de loteamento Residencial São Miguel; fez uso da Tribuna Livre para discorrer sobre meio ambiente no Plenário da Câmara; solicitou averiguação de crime ambiental em área de preservação permanente destinado ao MP; suspensão da atividade de pesca recreativa nas lagoas do Jardim do Lago; Estudantes da Universidade de Paris conhecem Projetos Sociais desenvolvidos pela comunidade em parceria com o SENAC; realização do 6º ECOATividade.”

Agenda
Evento: Prêmio Ecologia e Ambientalismo
Data: 13 de Setembro (segunda-feira)
Horário: 19h30
Local: Plenário “Vereador Vitório Bortolan” (Rua Pedro Zaccaria, 70 – Jardim Nova Itália)

Junia Mariano
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira
Cegos do “João Fischer” participam de primeiro desfile de moda inclusivo de Limeira

Devidamente produzidos, com maquiagem e cabelos arrumados, os cegos e pessoas com baixa visão do Centro Educacional “João Fischer Sobrinho” – Área Visual estrelaram, na noite desta quarta-feira, 1º de setembro, o primeiro desfile de moda inclusivo de Limeira, realizado no Teatro Vitória. O evento faz parte da 5ª edição do “Vida Iluminada Entre Amigos”, promovido pela Prefeitura de Limeira, por meio do Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom), da Secretaria da Cultura, da Associação Mulher Unimed Limeira (Amul) e do Colégio Portinari.

Participaram do desfile 40 cegos acompanhados por 40 estudantes do Colégio Portinari, apoiador do evento. Outros importantes apoiadores foram Câmara Municipal de Limeira por meio do gabinete do vereador José Farid Zaine que atuou no ensaio do desfile e na organização do evento. A Banda Chapéu da Máfia abriu o evento com uma apresentação de “O Fantasma da Ópera” e finalizou levantando o público com animadas músicas italianas.

O estúdio Inez Miranda fez a produção fotográfica dos modelos. As lojas Crocante Brasil e Cana Caiana Boutique vestiram os 80 participantes e apresentaram as tendências da moda e os calçados apresentados no desfile foram selecionados da coleção da Peteca Calçados e Acessórios Infanto-Juvenil.

O primeiro desfile de moda da cidade protagonizado por cegos foi inteiramente inclusivo. Os surdos também prestigiaram o evento e contaram com duas interpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) da Associação dos Surdos de Limeira. Outra novidade experimentada pela primeira vez em Limeira foi o recurso da audiodescrição. Durante o desfile, o apresentador Ronald Gonçales descreveu de forma clara e objetiva as características dos modelos, como: cor de pele, número do manequim, cor e modelo da roupa, para que os cegos presentes no evento pudessem visualizar o que acontecia no desfile.

Angela Donati, 54 anos, do “João Fischer” que perdeu a visão já na fase adulta, aguardava com grande expectativa pelo início do desfile. Quando o apresentador anunciou seu nome, a ansiedade foi substituída por muita alegria e Angela mandou vários beijos para a plateia. A deficiente visual vestia calça social preta com zíper na barra e camisa listrada nas cores lilás, laranja, branco e preto e se dizia maravilhada com a experiência. “Essa é a primeira oportunidade de uma futura carreira de sucesso”, brincou Angela.

Na plateia, os pais aguardavam ansiosos e cheios de orgulhos pela entrada dos filhos. Karina Massaro, mãe de Maria Luiza Massaro Barros, 4 anos, que nasceu com catarata, se dizia empolgada com a entrada da filha no palco. “É uma experiência divertida. Não vejo a hora de vê-la desfilando”.

Vários casais fizeram sucesso na passarela. Um deles é Alexandre Aparecido Nascimento, 24 anos, do “João Fischer”, e Amanda Ibanez, 16 anos, do Colégio Portinari. Ele vestia calça jeans e camisa pólo vermelha e ela, saia jeans curta, blusa vermelha e camisa aberta na cor azul marinho. Os jovens ousaram na coreografia, pousaram para a apreciação do público e se divertiram com a situação e até com a bengala dele.

Quem recebeu muitos aplausos foi a pequena Nicoli Rodrigues Mota, 4 anos, do “João Fischer”. Com baixa visão, Nicoli trajava um lindo vestido rosa com bolas pretas e uma faixa de cetim com um laçarote nas costas. A menina ainda carregava uma pequena bolsa combinando com a roupa.

O desfile inclusivo reuniu em uma única apresentação crianças, adolescentes, adultos e idosos, de 4 a 74 anos, e apresentou ao público roupas e sapatos que vestem vários perfis, estilos e faixas etárias. Para o presidente do Ceprosom, Dionísio Gava Júnior, o desfile promoveu mais do que a acessibilidade e a inclusão do deficiente. “Esse evento representa uma oportunidade de mostrar à população que as diferenças entre as pessoas sempre vão existir, mas elas não limitam as pessoas”, avalia Dionísio.

Coral Vida Iluminada

Além dos modelos que desfilaram no evento, outra atração bastante esperada era a apresentação do coral Vida Iluminada, composto por cegos e pessoas com baixa visão do “João Fischer”, que recebe o apoio da Associação Mulher Unimed Limeira (Amul).

Sob a regência do maestro Márcio Glavão, o coral apresentou três canções: “We are the world”, “A coroa” e “Pra sempre vou te amar” e conferiu momentos de muita emoção ao evento inclusivo. A soprano Jéssica, do coral, ainda fez uma apresentação especial com a Banda Chapéu da Máfia e não deixou a desejar ao interpretar a canção “O príncipe do Egito”.

Márcio, que assumiu o coral há dois meses, diz que a proposta atual é oferecer um repertório que agrade a todos os gostos, do estilo gospel ao popular. Além de aulas de canto, alguns participantes do coral ainda têm aulas de instrumentos musicais, como violão e bateria.

Prestigiaram o desfile inclusivo, o presidente do Ceprosom Dionísio Gava Júnior; a presidente do Fundo Social de Solidariedade Luciana Sousa Gonçalves; os vereadores José Farid Zaine e Paulo Hadich; o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência Joaquim Lazari e o diretor do Teatro Vitória, Fábio Pentagrama, representando o secretário da Cultura, Adalberto Mansur.



Créditos Imagens - Wagner Morente
Sandra AlvesAssessoria de Imprensa e Comunicação (Mtb 45.566)Fundo Social de Solidariedade e CeprosomPrefeitura de Limeira/SP(19) 3495-4440 / 3444-4244sandra.alves@ceprosom.com.brwww.limeira.sp.gov.br
Farid solicita a instalação de lixeiras em pontos estratégicos contra alagamento

Limeira, 8 de setembro:
Depois de conhecer o projeto “Para não ficar debaixo d´água”, organizado por alunos da Escola Técnica (Etec) Trajano Camargo, o vereador professor José Farid Zaine (PDT) fez requerimento em que solicita a instalação de lixeiras em pontos estratégicos da cidade para que seja evitado o alagamento em certas regiões. Farid mandou cópia da pesquisa dos alunos em anexo ao documento que entrou em tramitação na Câmara na segunda-feira, 30 de agosto.

O projeto, preparado pelos alunos, aponta lugares específicos, através de pesquisas em campo, entrevistas e consultas aos sites da Defesa Civil e Prefeitura, que são pontos de alagamento na cidade. “Após o processo da pesquisa, ratificou-se a necessidade de instalação de lixeiras em pontos estratégicos da cidade, isto é, nos locais que sofrem risco de alagamento”, concluiu a documentação feita pelos alunos. Além de dados, há imagens dos lugares sugeridos.

A Prefeitura deve enviar resposta ao parlamentar em até 30 dias. Outras informações podem ser obtidas no telefone do gabinete de Farid, (19) 3404 7550, ou no e-mail: faridzaine@camaralimeira.sp.gov.br.

Ronald Gonçales
Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)
Projeto pede a permanência de intérprete da Língua Brasileira de Sinais – Libras – nos hospitais

Limeira, 8 de setembro:
Hospitais públicos e particulares de Limeira deverão manter no setor de atendimento ao público tradutor e intérprete da Língua Brasileira de Sinais – Libras. É o que pretende projeto de lei de autoria do vereador professor José Farid Zaine (PDT) que entrou em tramitação na segunda-feira, 30 de agosto.

Segundo Farid, não se pode conceber que uma pessoa, por ser deficiente, deixe de ser atendida satisfatoriamente. “A clareza, nesses casos, pode ser determinante para a avaliação real do problema do paciente”, disse.

“A presença de tradutores e intérpretes de Libras nos hospitais é essencial à plena concretização do Estado Democrático de Direito, já que este não pode caracterizar-se como tal sem o pleno respeito aos direitos de todos”, completou o parlamentar.

Caso receba pareceres favoráveis das comissões permanentes da Câmara, o projeto segue para ser votado por todos os vereadores.

Outras informações no telefone do gabinete de Farid, (19) 3404 7550.

Ronald Gonçales
Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)
Vereadores participam da abertura da Semana da Pátria

O presidente da Câmara Municipal de Limeira, Eliseu Daniel dos Santos (PDT) e os vereadores Antônio Braz do Nascimento – Piuí (PR), José Farid Zaine (PDT) e Silvio Brito (PDT) participaram da solenidade de abertura da semana da pátria.

A cerimônia foi realizada no altar da pátria, na Praça Doutor Luciano Esteves.

A comemoração contou com a presença dos atiradores do Tiro de Guerra 02-020, dos agentes da Guarda Municipal, da Corporação Musical Arthur Giambelli, do grupo de louvor da igreja Presbiteriana, coral infantil do Colégio São José e da Associação Limeira Cia de Dança.

“É uma satisfação participar desta solenidade cívica, das comemorações do 188º aniversário da Independência do Brasil”, disse Eliseu Daniel.

O prefeito de Limeira, Silvio Félix (PDT), os secretários municipais Marcos Camargo (Turismo e Eventos) e Antônio Custódio de Oliveira (Habitação), padre Reynaldo Ferreira de Melo, vigário geral da Diocese de Limeira, e o pastor Nilton Tomazini, da igreja Presbiteriana de Limeira também participaram da cerimônia.


Carla Pizani
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira
Maestro Rodrigo Müller será homenageado

Os vereadores de Limeira aprovaram por unanimidade, durante a sessão camarária de segunda-feira (dia 30), o Projeto de Decreto Legislativo de autoria do vereador professor José Farid Zaine (PDT) que “concede o título de cidadão limeirense ao ilustríssimo senhor Rodrigo Ranchel Nava Müller”.

De acordo com o autor da propositura, este título de cidadania limeirense ao maestro é pelos relevantes serviços prestados ao Município de Limeira na área da cultura e das artes, especialmente na democratização da música
erudita, com a Orquestra Sinfônica de Limeira.

“O maestro Rodrigo Müller tem uma participação intensa na vida cultural de Limeira. Seu talento deu à Orquestra Sinfônica de Limeira, a condição de uma das melhores orquestras do interior paulista. Sempre criativo, Müller também ousa nos concertos, tornando-os mais populares, para democratizar o acesso da população a esse valioso patrimônio cultural de Limeira. Os trabalhos de Rodrigo têm sido reconhecidos e aplaudidos, e sua vida de trabalho contínuo tem sido um exemplo para as novas gerações. Rodrigo Müller é um homem vitorioso, recebido e abraçado por Limeira, merecendo ser seu cidadão, razão da presente propositura”, justificou Farid Zaine.

Currículo
Rodrigo Ranchel Nava Müller é natural de Rio Claro-SP, foi professor de oboé, flauta-doce, iniciação musical e regente da Orquestra Pró-Sinfônica da escola livre de música Fábio Marasca. Também foi oboísta da Orquestra Sinfônica Municipal de Americana, professor de oboé da UNASP (Campos II) e regente convidado da Orquestra Sinfônica Municipal de Americana, Orquestra Sinfônica de Rio Claro, Madrigal Cantábilis de Jundiaí e Orquestra de Câmara de Piracicaba.

Nos anos de 1995/96, 1999 a 2002 participou das Oficinas de música de
Curitiba, sendo orientado pelos professores: Luiz Carlos Justi, Arcadio Minczuk e Alex Klein (oboe); Roberto Farias e Osvaldo Ferreira (regência).

Em 1995, através da Secretária Municipal da Cultura de Limeira assumiu a estruturação e regência da Orquestra Sinfônica e a implantação do curso de instrumentos de cordas através do método coletivo de ensino. Em 1998 recebeu do Governo do Estado de São Paulo o título de "'Parceiro da Cultura” por seus trabalhos realizados no Projeto Guri, onde foi professor nos pólos Limeira 1997 à 2002 e Julio Prestes 2001 à 2002.

Em 2000, participou do XXXI Festival de Inverno de Campos de Jordão, sendo orientado pelo professor Arcadio Minczuk.

Em 2001, ingressou como oboista na Banda Sinfônica do Estado de São Paulo.

Em 2004 recebeu do poder Legislativo o Troféu Limeira por reconhecimento ao seu trabalho frente a Orquestra Sinfônica de Limeira e formação musical através da Escola Livre de Música.

Nos anos de 2006 a 2008 foi diretor musical e regente, frente a Orquestra
Sinfônica de Limeira e da Cia Opera São Paulo as operas Carmen de G.Bizet, L'Elisir D'Amore de G. Donizetti e La Traviata de G. Verdi.

Em 2007, fez a transcrição musical, direção musical e regência do musical Os Saltimbancos de Chico Buarque, frente a Orquestra Sinfônica de Limeira e Cia Teatral Pelo de Gato Preto.

Em 2007 foi reconhecido pelo seu trabalho e dedicação frente a Orquestra Sinfônica de Limeira, recebendo o Troféu Fumagalli.

Em 2010 foi professor convidado do Curso de Musica de Ribeirão Preto da ECA-USP. E músico convidado das principais orquestras do Estado de São Paulo, como Orquestra Jazz Sinfônica do Estado, Orquestra Sinfônica do Conservatório Musical de Tatuí, Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e Orquestra Filarmônica Brasileira.

Atualmente é oboísta da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, regente da Orquestra Sinfônica de Limeira e diretor Artístico da Escola Livre de Música da Orquestra Sinfônica de Limeira.

Junia Mariano
Assessoria de Imprensa
Câmara de Limeira
Repercussão 10



Nesse sábado, 4 de setembro, na Gazeta de Limeira, a coluna “CineArte” abordou o filme Doutor Jivago. O texto, de José Farid Zaine, está disponível na íntegra abaixo:


AMORES CLANDESTINOS

Por José Farid Zaine
farid@limeira.com.br

@faridzaine

Filmes em Blu-ray, a tecnologia pós-DVD, não param de chegar às locadoras. E sempre que surge uma novidade, uma nova mídia, somos tentados a querer ver tudo com melhor qualidade, como se anuncia. É o consumismo. Por outro lado, a perenidade das obras cinematográficas está ligada às conquistas tecnológicas, que nos permitem preservá-las pela utilização dos recursos mais modernos. Filmes em VHS, alguém ainda vê? Em que estado estão os que tínhamos em nossas prateleiras? Bem, a enorme caixa que eu tinha com as duas partes de “Doutor Jivago”, estão dormindo num armário. Mas o filme ressurge, novo e maravilhoso, como se tivesse sido limpo, lustrado, e vê-lo na sala de nossas casas, agora, pode trazer de volta um enorme prazer que foi assistir a esse magnífico espetáculo nas telas dos cinemas, e descobrir que pode apaixonar uma geração que não o conheceu. Pois agora está sendo lançado DOUTOR JIVAGO em Blu-ray, um filme de 1965, do grande David Lean, baseado na obra de Boris Pasternak. A apaixonante história de Yuri Jivago (Omar Sharif) médico e poeta, e seu amor por Lara ( Julie Christie, no auge da beleza), em meio à paisagem deslumbrante de Varykino, ao som do Tema de Lara, de Maurice Jarre, encantou milhões pelo mundo todo. A Guerra e a Revolução Russa acompanham a paixão e o sofrimento de Lara e Jivago, ele casado com a doce Tonya (Geraldine Chaplin), ela com um amante canalha (Rod Steiger), e ambos apenas com o desejo de se isolarem do mundo para viver seu amor. O filme conquistou cinco Oscars em 1965 – roteiro adaptado, direção de arte, fotografia, figurino e trilha sonora - perdendo o principal para “A Noviça Rebelde”, e está presente em quase todas as listas dos 100 melhores filmes de todos os tempos.

Outro lançamento, este de um filme bem recente, de 2009, nos leva a outro pungente drama de amor, agora sem guerras aparentes.A história se passa em 1962 e narra o drama de um professor que perde seu grande amor e precisa continuar uma vida de aparências, posto que esse amor era outro homem, e a carga de preconceito no início dos anos 1960 não era pequena. Colin Firth nos leva para o mundo do Prof. George Falconer, para sua intimidade, através de uma interpretação arrebatadora, indicada ao Oscar. Estou falando de “Direito de Amar”, título bem impróprio para “A Single Man”, de Tom Ford, em sua primeira direção. De enorme beleza plástica e com excepcional direção de arte, o filme traz ainda Julianne Moore, uma atriz sempre completa e cada vez melhor.

A clandestinidade estará reservada às grandes paixões? Haverá histórias de amor sem sofrimento? O cinema, desde seu primórdio, adotou esses temas, e nos deu ao longo do tempo, como nos dá agora, obras-primas que sempre serão eternas.

Tirei o título deste artigo de um melodrama de Delmer Daves de 1959. Naquele ano estourava nas bilheterias de todo o mundo “A Summer Place”, que aqui foi traduzido para “Amores Clandestinos”, que agora pode ser saboreado graças ao DVD. Nesse filme temos a história da tórrida paixão entre dois jovens vividos por Sandra Dee e Troy Donahue, grande ídolo da época, celebrizado por “O Candelabro Italiano” (Rome Adventure), também de Delmer Daves.

O DVD e o Blu-ray escancaram a beleza desses filmes, e eles constituem ótima opção para deliciosas sessões caseiras. Com eles, seja revisitando clássicos ou conhecendo lançamentos, mergulharemos em histórias de amores intensos, dramáticos, desenrolando seus novelos para compreender as razões de sua clandestinidade.


Assessoria Parlamentar do Vereador José Farid Zaine (PDT)